Como Cuidar da Rouquidão e Preservar a Saúde da Voz

Quem nunca na vida perdeu a fala e ficou rouco – seja por gritar em um show, por falar horas a fio – em especial as pessoas que utilizam a fala como meio de trabalho, ou apenas por um simples resfriado ou um processo alérgico?

A rouquidão é resultante de um esforço vocal excessivo, seja por falar demais, gritar ou tossir e tem como característica principal a vermelhidão e, em alguns casos, um edema localizado na garganta.

Publicidade

A rouquidão é uma terminologia popular usada para descrever alterações na qualidade da voz – a disfonia, tais alterações agridem as cordas vocais dando à voz um tom áspero, soproso ou rouco.

Geralmente a rouquidão não requer maiores cuidados, pois desaparece em poucos dias – no máximo entre uma a duas semanas, porém, quando vai além disso requer cuidados médicos.

O recomendado é procurar, imediatamente, o auxílio de um médico otorrinolaringologista se a rouquidão vier acompanhada por sinais como: presença de nódulos na garganta, tosse com presença de sangue ou se a pessoa apresentar dificuldade respiratória.

O profissional irá identificar a causa da rouquidão e prescrever o tratamento adequado de acordo com o quadro de cada paciente.

Geralmente o médico prescreve tratamento à base de corticoides ou antibióticos, apenas quando há indicação para tratar a causa da rouquidão, porém, quando a origem está relacionada ao mau uso da voz, a fonoterapia é indicada.

Em casos mais leves de disfonia pode-se realizar alguns cuidados caseiros para minimizar os sintomas.

Publicidade
  1. Ingerir bastante água para que as cordas vocais sejam hidratadas.
  2. Evitar alimentos e bebidas em temperaturas excessivamente quentes ou geladas pois irritam a mucosa da garganta e pioram o quadro.
  3. Comer frutas como maçã com casca cuja ação adstringente melhora o funcionamento da articulação temporomandibular.
  4. Evitar discrepâncias ao falar – nem muito alto ou muito baixo para não cansar a musculatura da garganta.
  5. Fazer gargarejos com água morna com sal pelo menos 1 vez ao dia, ajuda a remover as impurezas da garganta.

Seguem algumas receitinhas caseiras que, apesar de não haver qualquer comprovação científica de que realmente funcionem, na prática, sabemos que sim!

Afinal quem nunca tomou na vida desses chazinhos e remédios caseiros indicados pela ‘vovó’ e não obteve melhoras? Então confira abaixo 2 dessas receitinhas:

Chá de Limão com Mel

Ingredientes:
  • 1 limão com casca
  • 1 copo com água
  • 3 colheres (chá) de mel
Modo de fazer:
  1. Coloque a água em um recipiente e leve ao fogo para ferver.
  2. Após entrar em ebulição, apague o fogo.
  3. Acrescente o limão, com a casca, cortado em fatias.
  4. Tampe o recipiente, deixe amornar, coe e junte o mel.
  5. Tome de 2 a 3 vezes ao dia.

Xarope de Nabo com Açúcar

Ingredientes:
  • 1 nabo cortado em rodelas finas
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 copo com água
Modo de fazer:
  1. Distribua as rodelas de nabo sobre um prato raso.
  2. Cubra com o açúcar mascavo.
  3. Acrescente a água o suficiente para cobrir as rodelas de nabo e umedecer o açúcar.
  4. Deixe repousar por aproximadamente 5 horas – o ideal é prepara à noite e utilizar na manhã do dia seguinte.
  5. Beba às colheradas durante o dia.

 

 

Dica:  Fique esperto – em casos de rouquidão com mais de duas semanas de duração ou com algum sintoma mais específico, além da dificuldade em falar, procure  um médico especialista imediatamente! Cuide da sua voz – sua saúde agradece!

 

 

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.