Índice de Massa Corporal – IMC

O IMC é uma sigla e significa Índice de Massa Corporal – é um índice adotado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e serve para avaliar o peso de uma pessoa em relação à altura e, assim, indicar se ela está ou não dentro do peso considerado ideal ou se está suscetível ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares após o diagnóstico de sobrepeso ou obesidade.

O cálculo do IMC deve ser feito usando-se como referência a seguinte fórmula matemática: Peso ÷ altura x altura. Logo, uma pessoa que pesa 58 quilos e mede 1,65 metros de altura, por exemplo, terá como resultado um IMC de 21,3. E, de acordo com os dados de referência do IMC, o peso está adequado à altura.

Publicidade

Tabela de Cálculo:Tabela-IMC.png

 

O controle do peso é o responsável por evitar riscos de doenças relacionadas à obesidade e a má alimentação. O peso corporal é composto por massa gorda (gordura) e massa magra (músculos, sangue, líquidos e órgãos). A gordura corporal quando acumulada em níveis ideais protege contra o frio e isola os órgãos de possíveis impactos, mas quando está em excesso resulta em doenças como diabetes, hipertensão arterial, colesterol elevado e doenças coronarianas.

Publicidade

O índice de massa corporal é um indicador relevante de saúde amparado por estudos que comprovam que, em geral, quanto maior o IMC de uma pessoa, mais elevado o risco de morte – como consequência de doenças cardiovasculares. O IMC pode ser utilizado em indivíduos a partir de dois anos de vida, é um índice válido para identificar o excesso ou a carência de peso e os resultados são bastante confiáveis, no entanto, a falha principal consiste no fato de subestimar a quantidade de gordura em pessoas que tenham muito peso por massa muscular, como no caso de atletas de alto rendimento e fisiculturistas. É importante salientar que os resultados do IMC não são válidos para mulheres grávidas, já que estas, além do peso do bebê, também apresentam grande retenção de líquidos.

Logo, pesar do IMC ser muito utilizado, este método possui falhas e, por isso, recomenda-se que além dele, utilize-se outros meios para diagnosticar se o indivíduo está realmente acima ou abaixo do peso, como por exemplo, a medição da prega de gordura.

Significados dos resultados do IMC:

Nesta outra tabela vemos possíveis resultados do IMC, de acordo com a OMS. O IMC entre 18,5 e 24,9 seria o peso considerado ideal e, portanto, menor risco de algumas doenças:

Classificação IMC O que pode acontecer
Muito abaixo do peso 16 a 16,9 kg/m2 Infertilidade, queda de cabelo, ausência menstrual
Abaixo do peso 17 a 18,4 kg/m2 Fadiga, stress, ansiedade
Peso normal 18,5 a 24,9 kg/m2 Menor risco de doenças cardiovasculares
Acima do peso 25 a 29,9 kg/m2 Fadiga, má circulação, varizes
Obesidade Grau I 30 a 34,9 kg/m2 Aterosclerose, diabetes, infarto, angina
Obesidade Grau II 35 a 40 kg/m2 Apnéia do sono, falta de ar
Obesidade Grau III Acima de 40 kg/m2 Refluxo, diabetes, dificuldade para se mover, escaras, infarto, AVC

 

Nota: O IMC é apenas um passo para acompanhar a saúde de seu corpo. Os melhores exames para avaliar a real composição corporal como índices de massa gorda e magra e percentual de hidratação são a bioimpedância, a calorimetria e a avaliação das dobras cutâneas e circunferências. Somente um médico está habilitado para dar informações precisas sobre os aspectos reais da saúde.

Publicidade

2 comentários sobre “Índice de Massa Corporal – IMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.