Hipertensão Arterial

Publicidade

A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma das doenças mais comuns nos dias atuais e pode chegar a ser letal caso não seja devidamente tratada. E, por se tratar de uma doença silenciosa, muitas vezes pode prejudicar o diagnóstico precoce da doença. Daí a necessidade de se fazer exames periódicos de rotina e, prestar bastante atenção aos sintomas, caso eles se manifestem.

Dentre os sintomas mais comuns da hipertensão podemos citar:

  • Dor na região da nuca
  • Visão turva
  • Tontura
  • Cansaço
  • Sangramento nasal
  • Náuseas e vômitos

Vale ressaltar que esses sintomas se aplicam a uma série de doenças e, não somente à hipertensão arterial, por isso a necessidade de uma avaliação profissional para o diagnóstico correto da doença.

Publicidade

10-informacoes-sobre-hipertensao-arterial-06122016181241

 

A pressão arterial com valores normais situa-se abaixo de 120/80 mmHg. Se uma medição registrar uma pressão de 140/90 mmHg ou mais, estamos diante de um quadro de hipertensão. Veja a tabela abaixo:

Classificação da hipertensão – segundo a gravidade.

Normotensos Pressões menores ou iguais a 12 por 8
Pré-hipertensos Pressões entre 12 por 8 – 13 por 9
Hipertensos Grau I Pressões entre 14 por 9 – 15 por 9
Hipertensos Grau II Pressões maiores ou iguais a 16 por 10

Só é possível afirmar que uma pessoa está hipertensa quando a sua pressão arterial apresentar várias vezes o resultado 140×90. Isso porque uma alteração pode acontecer em situações de estresse ou exercício intenso. No entanto, quando a pressão é alta mesmo em estado de inércia é sinal de um quadro crônico.

Publicidade

Os níveis de água e sal no organismo, assim como o estado dos rins, dos vasos sanguíneos e do sistema nervoso, além dos níveis hormonais, podem influenciar o aumento da pressão arterial. Mas diversos outros fatores também influem no aumento da pressão arterial: fatores congênitos, diabetes, obesidade, sedentarismo, colesterol elevado, álcool, tabagismo etc.

Os riscos da hipertensão não tratada são severos:

  • Insuficiência cardíaca
  • Arteriosclerose
  • Infarto do miocárdio
  • Perda da visão
  • Arritmias
  • Aneurismas
  • Insuficiência renal
  • Demência por micro infartos cerebrais
  • AVC isquêmico e hemorrágico
  • Morte súbita.

A hipertensão arterial é uma doença que não tem cura, mas pode ser tratada. Então, se você já é hipertenso os alimentos naturais abaixo são eficazes para estabilizar a pressão arterial, veja alguns:

Laranja lima: possui um alto teor de vitamina C e flavonoides, que contribuem para manter os vasos sanguíneos em bom estado auxiliando a aumentar sua elasticidade e, consequentemente, a prevenir possíveis derrames. Logo, essa opção natural também pode prevenir o desenvolvimento da doença.

Cenoura: é outro alimento de origem natural cujas propriedades são altamente benéficas para o organismo, principalmente quando se trata de hipertensão.

Salsão: é considerado um dos melhores diuréticos naturais, por isso, ajuda ao organismo a eliminar toxinas e evitar a retenção de líquidos, que é um dos fatores de risco para desencadear a doença. O melhor é consumir em forma de suco.

Avelã: principalmente o leite contém altos níveis de cálcio que favorecem o combate à hipertensão. Junto a isso, também há o magnésio, que intervém no bom funcionamento dos vasos sanguíneos.

Limão: é uma alternativa natural, a mais, para curar ou tratar a hipertensão. Sem sombra de dúvidas, a fruta é muito efetiva contra diversos problemas, principalmente do sistema respiratório. Nesse caso, seu teor de vitamina C ajuda aos vasos sanguíneos a permanecerem em bom estado, evitando o aumento da pressão arterial.

Lavanda: possui propriedades diuréticas que ajudam a eliminar certas toxinas do corpo através da urina, evitando a retenção de líquidos e, portanto, o desenvolvimento da hipertensão.

O tratamento da pressão arterial é realizado através do uso de droga anti-hipertensivas, mas a adoção de um estilo de vida não sedentário e uma dieta equilibrada não somente são capazes de evitar que a doença se manifeste como é capaz de controlá-la.

Nota: nunca se automedique ou interrompa qualquer tratamento sem anteriormente consultar o seu médico. E. lembre-se: a prevenção é o melhor remédio para qualquer doença, portanto, alimente-se bem, pratique atividades físicas diárias e aumente o volume da ingesta líquida.

 

Publicidade

Um comentário sobre “Hipertensão Arterial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.