Hemorroida – Tire suas Dúvidas

A hemorroida é a dilatação anormal das veias que se localizam na parte inferior do reto ou no ânus e se classificam, consecutivamente, em internas e externas. Geralmente as hemorroidas apresentam vasos dilatadas e salientes que podem provocar dor e dificuldade para evacuar e, em muitos casos pode ocorrer a presença de sangue nas fezes e prurido anal.

Sintomas

Os principais sintomas de hemorroidas incluem:
  • Sangue vermelho-vivo nas fezes, no papel higiênico e até mesmo no vaso sanitário
  • Coceira intensa no ânus
  • Dificuldade para defecar
  • Saída de líquido com aspecto esbranquiçado pelo ânus, principalmente no caso de hemorroidas internas
  • Dor anal que pode surgir ao andar, sentar ou evacuar – a dor é uma característica de hemorroidas externas
  • Inchaço com presença de nódulos palpáveis próximos ao ânus

Vale ressaltar que os sintomas pertinentes à doença hemorroidária variam de acordo com a localização da hemorroida – se interna podem até passar despercebidos, pois não causa desconforto, mas quando a localização é externa, com projeção das veias para fora do ânus, os sintomas podem ser bastante dolorosos.

Publicidade

Possíveis causas

Não existe um motivo específico para o surgimento das hemorroidas, entretanto, uma alimentação de má qualidade com baixo consumo de fibras, gravidez e pós-parto, obesidade, diarreia crônica ou prisão de ventre podem contribuir para a sua formação – como resultado do aumento da pressão exercido sobre as veias anais.

Fatores de risco

Existem alguns fatores que são considerados agentes facilitadores de risco para a dilatação das estruturas vasculares dos plexos venosos – diagnosticadas como hemorroidas. Dentre os fatores podemos citar:

  • Idade acima de 50 anos
  • Pratica sexual anal
  • Histórico familiar
  • Obesidade
  • Gestação

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado a partir da observação da região anal e retal do paciente que poderão apresentar anormalidades. Se necessário o especialista poderá solicitar o exame para detectar a presença de sangue oculto nas fezes. Além de outros exames:

  • Sigmoidoscopia
  • Anoscopia
  • Proctoscopia

Tratamento

A hemorroida, dependendo da gravidade, têm cura, se tratada, e consiste na utilização de pomadas com propriedades vasoconstritoras e anti-inflamatórias que devem ser administradas na região anal. Porém, em casos mais severos há indicação cirúrgica para a remoção da hemorroida – hemorroidectomia.

Tratamento caseiro

Quando a hemorroida não apresentar maior gravidade pode-se tratá-la apenas com alguns cuidados simples como aumentar a ingesta hídrica, consumir mais fibras na alimentação, evitar esforço físico como levantar pesos, não utilizar papel higiênico após evacuar lavando a região apernas com água e sabão ou lenços umedecidos, quando fora de casa, e realizar banhos de acento na tentativa de que a hemorroida volte ao seu estado normal.

Publicidade
Como fazer o banho de assento

O banho de assento pode ser realizado com ervas como a tanchagem, a hamamélis, a alfazema, o cipreste, folhas de algodão e etc. Tais plantas têm propriedades calmantes, adstringentes e anti-inflamatórias que proporcionam o alívio dos sintomas como coceira intensa e dor. Tendo a vantagem de também poder ser realizado com água morna pura ou com adição de ervas e óleos essenciais, no qual o paciente permanecer sentado por, no mínimo, 10 minutos.

Banho de assento

Receitinha para banho de assento

Ingredientes:

  • 2 litros de água fervente
  • 1 colher (sopa) de hamamélis
  • 1 colher (sopa) de cipreste
  • 3 gotas de óleo essencial de limão
  • 3 gotas de óleo essencial de alfazema

Modo de fazer:

  1. Coloque a água quente e os demais os ingredientes numa bacia e deixe amornar.
  2. Coe e sente-se dentro desta bacia por cerca de 20 minutos ou até a água esfriar.
  3. Repita de 3 a 4 vezes por dia.

Cirurgia

Quando não se obtém êxito através de nenhum desses tipos de tratamentos, citados anteriormente, a cirurgia de hemorroida é recomendada e, dentre os procedimentos estão a hemorroidectomia e a hemorroidopexia.

  • Hemorroidectomia – é o tratamento cirúrgico clássico e mais difundido para os casos de hemorroida onde é realizada a remoção cirúrgica do vaso.
  • Hemorroidopexia – consiste no grampeamento do vaso hemorroidário utilizando-se uma ligadura com pontos para a interrupção do fluxo de sangue.

Complicações

Quando uma hemorroida não é tratada podem ocorrer complicações como:

  • Anemia – causada por perdas sanguíneas durante as evacuações.
  • Gangrena – devido ao estrangulamento das hemorroidas, pela morte dos tecidos e ausência de circulação nas veias.

Alguns alimentos podem piorar a o quadro hemorroidal, por isso, devem ser consumidos com cautela: queijos, pimentas, temperos, bebidas alcoólicas, refrigerantes e frituras, dentre outros.

Em caso de hemorroida procure um médico. O especialista indicado para diagnosticar e tratar a doença é o proctologista, atualmente chamado de  coloproctologista.

 

 

 

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.