É Possível Ferir o Tímpano e Prejudicar a Audição com Hastes Flexíveis

Sim, a maioria dos brasileiros possui o hábito de limpar os ouvidos com hastes flexíveis e a audição pode ser prejudicada por esse costume.

Para algumas pessoas isso faz parte de uma rotina diária de higiene corporal  – após o banho a primeira coisa que fazemos é enxugar o corpo.

Publicidade

E, em seguida escovar os dentes e utilizar um cotonete para limpar o conduto auditivo externo – acontece que essa prática pode ser prejudicial à saúde.

Ao utilizar as hastes flexíveis para remover a cera, fazemos justamente o contrário, empurrando ainda mais para a interior do ouvido em direção aos tímpanos.

Este gesto pode causar uma lesão severa como perda da audição e ainda causar muita dor. Então, fique alerta! Jamais introduza quaisquer objetos no conduto auditivo, pois pode machucar o tímpano e causar sérios danos.

A cera existente é produzida como um mecanismo natural de defesa contra danos externos, como impedir que a água do banho penetre no ouvido interno.

Ao introduzirmos uma haste no ouvido, involuntariamente, podemos produzir lesões que podem ocorrer de duas formas:

A primeira atingindo o tímpano diretamente com o cotonete e a segunda empurrando o excesso de cera para as partes mais profundas do conduto.

Desse modo pode-se levar ao seu entupimento por meio de uma rolha de cera ou fazer com que essa rolha toque no tímpano e causa a diminuição da acuidade auditiva.

Publicidade

A Limpeza do Ouvido e a Audição

A maioria das pessoas ainda tem dúvida quanto a usar ou não as hastes flexíveis para fazer a limpeza da cera do ouvido.

Mas esta é a prova definitiva de que isto não foi feito para limpar a cera no canal auditivo interno! Não há necessidade de se preocupar com a cera, pois o excesso dela é eliminado para a região externa.

Isso acontece de maneira natural quando fazemos movimentos no maxilar ao falar, mastigar ou sorrir.

E, de fato, a cera ainda é nossa aliada como proteção para os ouvidos, pois os mantêm lubrificados e protegidos de poeira, corpos estranhos, insetos e até microrganismos, como bactérias e fungos.

Mas, algumas vezes, a produção de cerúmen é excessiva e tentamos removê-la com o uso de cotonetes e, é aí que mora o perigo!

Hastes flexíveis

 

As hastes de algodão são perfeitas e possuem muitas utilidades, mas nunca para remover a cera do canal auditivo interno. O cotonete jamais deve entrar no canal do ouvido, somente externa e superficialmente!

 

 

 

 

Se você possui excesso de cera nos ouvidos nunca tente removê-la com o uso de hastes de algodão.

Consulte seu médico otorrinolaringologista para uma limpeza do seu canal auditivo quando necessário – sua saúde agradece!

 

Publicidade