Os alimentos e malhação estão intrinsecamente relacionados e muitas pessoa ficam em dúvidas sobre o que comer antes e após as atividades físicas.

E, por isso acabam comendo alimentos não indicados, pois a maioria das pessoas que pratica exercícios físicos não tem noção do que comer.

Publicidade

Por isso quem está praticando exercícios físicos regularmente e não está alcançando os resultados desejados, talvez seja a hora de começar a prestar atenção à alimentação antes e após as atividades.

Alimentos e malhação

A escolha do alimento adequado é muito importante para se obter resultados satisfatórios, além de melhorar o rendimento durante as atividades.

Entretanto, todos querem resultados rápidos, mas esquecem do fundamental – a alimentação. Para perder peso é necessário ‘fechar a boca’ rsrsrs, mas isso não significa participar de treinos intermináveis com o estômago vazio.

Ademais, malhar em jejum produz efeito contrário ao esperado – quando o corpo está em jejum, perde-se o ânimo e queima-se massa magra e não gorda.

Assim, na falta de combustível o organismo busca por reservas, e as células acabam por capturar e absorver glicose e carboidratos do tecido gorduroso.

De forma clara, o corpo literalmente começa a queimar gordura para se manter em funcionamento.

pernas e braços.gif

Publicidade

Por isso, antes de malhar, o músculo precisa ter energia suficiente para trabalhar com eficiência. Logo, malhar em jejum faz um mal terrível!

Mas, isso não significa que se deve comer demais antes do treino, pois durante o processo que envolve a digestão, uma grande quantidade de sangue circulante no organismo é direcionada ao estômago.

Além disso, quando treinamos braços e pernas, esses membros também precisam de irrigação sanguínea. E, esse desequilíbrio pode causar muitos desconfortos além de tonturas e queda no rendimento.

O que comer antes e após os treinos

Antes de qualquer atividade física o ideal é que se faça a ingestão de alimentos que ajudem a prevenir o cansaço contribuindo para um bom desempenho durante os exercícios.

Então, o ideal é optar por alimentos que sejam fontes de carboidratos complexos, como pães e massas integrais, pois a digestão é mais lenta e fornecem energia durante o treino.

As frutas também são indicadas uma vez que também possuem carboidratos e fibras. Os alimentos devem ser consumidos, pelo menos, cerca de 30 minutos antes das atividades.

Já depois do treino, o ideal é optar por alimentos que ajudem na recuperação muscular, portanto, são indicados os carboidratos e as proteínas.

Além deles entram nessa lista os peixes, o iogurte desnatado, o peito de frango, os ovos e o queijo branco, além de verduras e legumes.

Por ser um processo diferente a refeição deve ser realizada até uma hora após o término do treino. 

Publicidade