A chupeta e a Saúde do Bebe

Durante anos o uso da chupeta tem sido muito discutido entre especialistas de saúde infantil sem que, no entanto, haja consenso entre eles.

Para alguns pediatras a utilização da chupeta visa mais acalmar aos pais que o próprio bebe. Já outros concordam que a chupeta tem por objetivo proporcionar um acalento imediato do choro e em alguns casos até ser vital para o recém-nascido, pois pode funcionar como protetor contra a morte-súbita – desde que seja introduzida a partir da terceira semana de vida ou utilizada apenas durante o sono (recomendação oficial da Academia Americana de Pediatria – AAP).

Publicidade

Em última instância a decisão de oferecer ou não a chupeta ao bebê cabe sempre aos pais. A melhor forma de se obter a resposta para a necessidade ou não de oferecer a chupeta ao bebê é observar. Após mamar o bebê continua procurando algo para sugar? Quando tem cólica fica muito sensível e difícil de acalmar? Se a resposta for afirmativa, com certeza o seu bebê é um ótimo candidato ao uso da chupeta.

Mas ao optar pelo uso, imediatamente surge outra pergunta: Durante quanto tempo o bebê deve utilizar a chupeta?  O ideal é de três a quatro meses de uso – período em que o bebê sente maior necessidade de sugar.

O uso da chupeta é recomendado apenas para o alívio de dor em caso de cólicas, por exemplo, isso porque o processo de sucção da chupeta traz prazer ao bebe e exerce um efeito de inibição sobre os mecanismos fisiológicos da dor.

Publicidade

Mas, passado esse tempo é muito comum que os bebes cuspam a chupeta e não reclamem quando ela cai.  Então, essa é a oportunidade de retirar aos poucos o uso da chupeta. Pois, se a chupeta for usada de forma incorreta, em período prolongado ou muito frequentemente, pode sim ser uma vilã para a saúde de seu filho.

Então, veja como o bebe vai reagir. Ofereça apenas se o choro for intenso. O uso constante e prolongado pode causar danos à saúde do bebe. Se a chupeta for utilizada durante um período de 6 ou 7 meses o bebê pode desenvolver dependência física, que com certeza, irá prejudicar a sua saúde.

É nesse período que os dentinhos do bebe começam a nascer e o uso da chupeta pode provocar uma oclusão dental – o que pode levar a deformação na arcada dentária e outros problemas na mastigação, além de distúrbios na linguagem, na fala e emocionais.

Por outro lado o uso da chupeta diminui a possibilidade da criança vir a chupar o dedo – vício bem mais difícil de tirar e que, segundo especialistas, causa ainda mais danos aos dentes.

São muitos os pós e os contra em relação à chupeta – não é à toa que sequer os especialistas chegam a um consenso. Por isso, a decisão cabe única e exclusivamente aos os pais e, somente eles podem decidir o que é melhor para o seu bebê.

A decisão dos pais deve vir após analisar e responder a seguinte pergunta:

”Será que o meu bebê precisa, realmente, de chupeta?”

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.